segunda-feira, 14 de março de 2011

pedaços

.


Sim, Sinto falta da audácia de seus melodramas.
Só de pensar em toda a angústia que me inflama,
não entender o sentido de tantas gritarias
tudo por causa de algo tão pequeno
que mal nenhum lhe faria... ai ai.

Não entendo o temor pelo o que não temo
Não entendo sua dor pelo o que tanto amo
Estendo a coberta sobre o que quero ver
( Só pra te agradar amor )
Faço sim, e você sabe porque.

Só espero que esse desespero se cure
que um dia seu corpo em pé se segure
quando passar voando a borboleta
( seja azul ou seja preta )
Só queria que pudesses ver o mundo
como eu vejo o mundo.



.

Um comentário: