domingo, 24 de outubro de 2010

regularidade em alta

.

Para que seja um sonoro soneto
faz-se necessário que tudo rime.
O significado, sim, é todo obsoleto
tanto faz se é lixo ou é sublime.

Somente o soar das tenras palavras
merece alguma humilde atenção.
Posso falar sobre aquelas safadas
ou sobre sentir todo aquele tesão.

Qualquer coisa serve contanto que rime.
Também sei fazer poesia como antigamente
e pouco me importa se alguém isso fascine.

Minha métrica irregular reflete minha realidade.
- A confusão encenada de minha mente -
Mesmo que o falso não seja lá a pura verdade.


.

Um comentário: