quinta-feira, 20 de maio de 2010

sufrágio

.


Macabro é
o desígnio incoerente

que tenro surge
com o baque surdo
sonolento
de minha cabeça
na mesa

Então...
por meio a esta
fantasiada insanidade

que invento
a partir de sofrimentos
surreais e 
que possa 
talvez ser uma
tentativa de sufrágio
a vontades quase
incontroláveis
de minha alma

penso que
talvez eu seja
só mais uma

pessoa sombra

que surge em soslaio
em meio a mente 
dos outros

ou bem que
talvez eu seja alguém 
marcante

só é certo
torno-me um lacaio
das falsas angústias

e
ao olhar para meu
passado próximo
surge uma estranha

melancólica saudade.

seria saudável
esse sentimento ?

me sinto tão instável
ultimamente.


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário